Dor do corpo e dor da ideia marcam forte, ia-voava reto tão forte como todo o amor e raiva de ódio. Vai mar…

“Conforme pensei em Diadorim. Só pensava era nele.[…] Com meu amigo Diadorim me abraçava, sentimento meu voava reto para ele…  Ai, arre, mas: que esta minha boca não tem ordem nenhuma. […] Dor de copo e dor de ideia marcam forte, tão forte como o todo amor e raiva e ódio. Vai mar…[…] o mais importante e bonito do mundo, é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas – mas que elas vão sempre mudando. Afinam ou desafinam. Verdade maior. É o que a vida me ensinou.” Guimarães Rosa

Quero de volta as minhas janelas para o mar…

Quero de volta tua fala, teu olhar, teu beijo de ontem. O abraço de hoje. Eu te quero de volta para ficar…E nunca sei como te explicar. Elizabeth M.B. Mattos – abril de 2018 – tu levaste os amores passados, e te deixas ficar tranquilo nos meus braços. Eu quero!Eu quero que fiques, meu querido! Elizabeth M.B. Mattos

Quero de volta as janelas por onde o mar se debruçava esmeralda. Quero te abraçar pelas costas. Se vens me ver e me dizer/falar, não te deixo ir, nem voltar…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s