3 comentários sobre “Primeiras Amoras

  1. “Eu sou eu sempre, mas sou também o eco de um eco.
    Eu sou eu sempre, mas sou também eu e eu e eu e eu e eu.”
    (José Luis Peixoto, Gaveta de Papéis, p. 39)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s