Lógica

Estar à margem direita, e ou à margem esquerda. O tempo escorrega… O risco da memória. A linearidade dos fatos não se ajusta. Internamente a desordem. A conversa de Alice  no famoso chá de Carrol ilustra: 

– Não é a mesma coisa nem um pouco! – protestou o Chapeleiro. – Seria o mesmo que dizer que “Vejo  o que como”, é o mesmo que “Como o que vejo”.

– Seria o mesmo que dizer  – acrescentou a Lebre de março – que “Gosto daquilo que consigo” é o mesmo que  “ Consigo aquilo de que gosto. “ [1]

Uma experiência no mundo do nonsense.

Experiência de pesadelo.  Espaço e tempo fechados. Exclui-se o afetivo. Subsiste apenas relações de rivalidade, a competição: a corrida vestida de relógio, contra o tempo. Discurso descabelado. O espelho é o outro. Lá do outro lado, com tempo, ou sem tempo…


[1] Alice no Pais das Maravilhas de Lews Carrol

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s