No recuo do amor

Como venta! Aqueles velhos ventos torrenses que assobiam. E gritam que ainda é primavera. Leva folhas, sacode a cidade, e tempera o verão. Tomo banho demorado. Cheiro de sabonete. Agua perfumada. Separo dois vestidos, abro a mala. Não são as roupas que importam. Guardo vaidade. É preciso colocar na mala certezas menos doloridas. A roupa importa sempre. Ah! Envelhecer é que parece doença de silêncio belicoso. Vou quebrar os gestos. Na sombra do entardecer observo outra sombra, quero definir. Da beleza que nego um braço se espicha pedinte. Equívoco. De volta aquela sensação de tempo perdido, lacrado. O dia termina. Dois vestidos, a mala aberta. Será que vou mesmo a Porto Alegre?  Impotência, esquisitice e vulnerabilidade! A conversa sacudida me levou ao centro do problema. É doença este ir e vir arrastado. Dores alheias, ou  são as minhas escondidas que atrapalham?  Esquisito estar sem lugar. Pesa a conversa telefônica. Por que estou acuada? Estou encostada na cadeira, penso nas palavras. Não deixo acontecer. Sempre o meio do caminho. Ou empurrada pelo tempo de urgências, seguindo o sinal da emergência. Foi no recuo que o afeto surgiu.

Cartas. Conversas telefônicas! Quando fui ao teu encontro definitivamente já não estavas mais lá. Enfrentar a cidade também te aterroriza. Entrei no apartamento vazio. Duas amplas salas envidraçadas, lindas e vazias. Recuaste. Neste recuo, nesta volta desapareci atrás dos jacarandás… Desci as ladeiras.Todas as cartas voltaram. Nem o lápis, nem a caneta, nem o papel, ou qualquer tempo, nem teu amor… Eu me perdi outra vez.

O que eu ia mesmo escrever? Eu queria encontrar uma saída para tanta instabilidade interior… Ah! Queria te contar do vento de Torres. E do banho perfumado!

Creio que em cada vida há períodos em que o homem existe realmente, e outros em que não passa de um aglomerado de responsabilidades, de fatigas e, para os cérebros fracos, de vaidade. ”

Marguerite  Yourcenar, Golpe de Misericórdia. Página 107

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s