Um sempre

Tudo importa. Cada lembrança! Saudade do tempo que não teremos. Quero aquietar-me nos teu abraço. Se existisse um sempre eu queria que este sempre fosse você. Não pode haver medo de perder o que não se conhece… Temos a fantasia e a possibilidade de. Digo sem me fazer entender. Somos como o mar. Inconstantes? Quebramos na areia… Esparramamos vozes! E precisamos do toque. Segura minha mão. Elizabeth M. B. Mattos 2013 – Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s