A mesma

Um certo agito, tumulto, mas tudo no mesmo lugar. Ontem. Hoje me deixei ficar para ordenar o que ficou para trás das tantas idas. Sentimento estranho: partidos afetos. Mas está no mesmo lugar, o certo. Então, a massa corpórea se alarga, mas permanece, estranhamente,  a mesma. A beleza deve estar lá resguardada, e, se lágrima houver será a mesma… Objetos, pequenas lembranças fazem trilho na memória. Angústias novas misturadas as mais antigas. Outras. Diferentes. Vontade de tempo semeado para grandes colheitas… No entanto, tudo está restrito ao horizonte do oitavo andar. Claro que já borboleteei por lojas, e comprei outono. Calças leves, blusas bem soltas. Hoje o frio se apresenta. Boa chuva, bastante chuva, ventania, e raios. Depois aquele cinzento riscado, meio iluminado. Gosto. Gosto muito. Como se a infância voltasse…Longos invernos, fogo nas lareiras, e a gostosa sensação de permanência, de aconchego. O  gosto da longa infância, de sonhos, de certezas concretas como chocolate quente, e a boneca desejada.  Olhar pela janela! Dou-me conta que este jeito que me toma o corpo, a alma, sempre foram meus. Acrescido de novas amarras afetivas. A soma de novos, com velhos afetos parece excesso. O excesso minimiza o real. Aquieto inquietude. Não, sou apenas eu mesma, mais consciente, mas a mesma. Sou como sou, dividida. Aberta ao teu olhar, teu abraço, e assim mesmo esquiva. Transbordo confissões pequenas, domésticas interpretações, risíveis. Eu, a mesma. Elizabeth M.B. Mattos  – Risca do Céu, 24 de julho de 2014, não tão longe!

Um comentário sobre “A mesma

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s