de 2017

Não está na imaginação, nem no tempo. Escorrego.

Repenso atitude/ entrega/ questiono …, certeza incerta caminha a se esparramar, e se confunde: real e irreal. Impossível no inesperado. Espanto! E sou eu na loucura das frestas. Imagem da imaginação a se espicaçar medrosa, então … nem o cheiro, nem o arrepio, nem o susto, nada me traz de volta, escorrego.

O ano de 2017 termina … estranha sensação de iniciação. Escorrego.

Não sou eu mesma, invento. Afasto chego perto demais, tanto!

O lugar não existe, não sou eu.  Expectativa da véspera … alguma coisa vai acontecer amanhã. Olhar observação e quebra. Escuto o metálico ou o cristalino dos pedaços. Despedida. Escorrego. Elizabeth M.B. Mattos – dezembro de 2017 – Torres

O verdadeiro tolo, de quem os deuses zombam e a quem tentam destruir, é aquele que não conhece a si próprio. Durante muito tempo eu fui um deles. Você também: deixe de sê-lo. Não tenha medo. O supremo pecado é a superficialidade. Tudo que é realizado é certo. ”  Oscar Wilde De profundis

CORPO INTEIRO DESENHO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s