Enamoramento Fracesco Alberoni

“Quem ama tende a atrair a pessoa amada para seu próprio amor.

[…]O enamoramento é uma transformação individual, interior, que vai em busca de seu objeto. Em todos os estágios iniciais, somente um está apaixonado.

[…] a pessoa que foi ‘arrastada’ para o enamoramento, pode prescindir do outro, enquanto aquele que está verdadeiramente enamorado não pode fazer o mesmo. […]

Há diferenças que nem mesmo a paixão consegue unir: o complexo pode compreender o simples, mas o simples não pode compreender o complexo, que lhe parece falsidade e loucura.

[…] E eis então que quem está menos enamorado reprova o que está verdadeiramente enamorado por viver num mundo irreal em que tudo é jogo e fantasia. […] o que ama menos será sempre o que reprovará o outro, achando – o insensível, ambíguo e egoísta, por viver de fantasias.”(p.64-68) Francesco Alberoni – Enamoramento e Amor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s