pode ser perder

A verdade nua e crua é que já naquele momento me faltavam a vontade, a vocação, a ordem, o dinheiro e a ortografia para que eu pudesse embarcar numa carreira acadêmica. Ou melhor: os anos voavam e eu não tinha a menor ideia do que ia fazer da minha vida, pois haveria de passar muito tempo antes que me desse conta de que até mesmo aquele estado de derrota era propício, porque não há nada deste mundo nem do outro que não seja útil para um escritor.“( p.215) Gabriel García Márquez  VIVER para CONTAR

Despedida: sempre perda. Na verdade quero ter abraços e abraços.  Intimidade com texto e autor: situações especiais, fecha – se o livro, volta o vazio. Separação vira perda …, e na despedida, aperto.  ” A vida não é o que a gente viveu, e sim o que a gente recorda, e como recorda para contá – la.” Escreve García Marquez. Haja exercício e coragem! Vou tentar. E.M.B. Mattos – abril de 2018

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s