é assim mesmo

Torna -se difícil desvendar significados de objetos exteriores a nós, quando tudo se encontra e se esconde dentro de nós mesmos. O mundo somos nós e a paisagem, que passa, só serve para retratar as mudanças, que sentimos.”

E segue, farei recorte, porque posso pensar e dizer  …, sem explicar nada.

Discretamente gostaria de me encontrar com algumas pessoas […] Já outras, não gostaria de  encontrar nem em catálogo telefônico. Mas cidade pequena é assim mesmo. Tudo é oculto. Tudo se sabe. Ama-se avassaladoramente, detesta -se visceralmente. Todos sabem de todos. Todos opinam sobre todos. Ninguém conhece  ninguém.”

Que venha vida! Deixarei acontecer tudo aquilo que, pela experiência dos que já passaram e existiram, sei que vai acontecer mesmo. Pois nada muda. O que antecede é sempre o melhor. quem arou, colha!

Última curva.

É aqui …” (p.82-83)  Marco Aurélio Barroso  …ela mora em Botafogo20140801_134947

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s