resumo

A reforma, o horror de vazar água aqui e ali… Depois, certeza absoluta do silêncio absoluto.  Não. É Carnaval.
Vontade louca de ser eu mesma! Em tempo. Sem pressa. Quero mais e não o menos. E, de repente, o luxo da perfeição está  na subtração… O justo prazer de não ter. A  viagem,  no olhar. Variante singela e transparente. É  brilho.  Reflexo. Não objeto nem pessoa. Sou eu inclinada. Elizabeth M.B. Mattos – março de 2019 –

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s