lado errado do amor

Tu me fizeste sofrer.  O lado sombrio, errado de ser… Nasceste dolorido, desencontrado. Tu me fizeste sofrer: eu te perdoo.

Tu me fizeste amar o amor desgovernado, desmedido. Cuidadoso, cauteloso. Amei o azul… Tu me fizeste sofrer: eu não te perdoo. Elizabeth M.B. Mattos – abril de 2019 – Torres

presença camuflada no boné

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s