na barra do vestido

Se o sentimento aparece enviesado/malbaratado, pendurado na barra do vestido, desconfio! É como se estivesse nua, despida, despudoradamente transparente visível o cheiro do amor…

O  amor se arrasta pela calçada. O vestígio se deixa ficar exposto preguiçoso alvissareiro. E o vestido, descomposto,  a brincar… Beth Mattos – abril de 2019 – Torres

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s