poucos se garantem antes dos 18 anos, ou 19, até 20 anos

título mãe 1

Estranha conversa! Esdrúxula! Aos 40 anos talvez fosse bom ter um rumo, mas até aos 50 anos dá tempo de virar a curva e recomeçar: trabalhar pode ser apenas colocar um pedaço de lenha no fogo, virar o caldo, cavoucar a terra e plantar batatas! Viver deve ser agregar. Um tijolo e mais outro tijolo, cimento, uma parede. Aos dezoito anos a vida se  revira, aos dezenove, noutros tempos as mulheres já tinham um bebê nos braços, e os meninos?! Pois é! E os meninos, seguiam meninos. Amadurecer não parece ser como laranjeiras, os pêssegos precisam de proteção, as maçãs também. Não amoreiras nem pitangueiras. O mar salga a pele, talvez resolva tudo. Elizabeth M.B. Mattos – junho de 2019 – Torres – Aos nossos jovens a vida! Crescer dói.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s