querido amado

FOTO BELÍSSIMA

Desabafo não resolve. Estranho como careço de te falar, estar contigo! Não compreendo. Não sei o porquê do feitiço. Não sai e não me liberto. Ah! Viraste meu querido amado, e o único! Sim. Eu imagino como teria sido encontrar a loucura contigo!  Eu mereço o sonho virado de ser. Enquanto falas eu vivo. O engraçado desta história é a tua genuína/absoluta felicidade achada. Estabilidade alegre. E o meu susto quando tenho a mínima oportunidade de falar, emudeço. Só vale o beijo e o abraço. A meninice. Fechar os olhos. A mágica? A mágica  foi esquecer os outros amores amados, afogar todos.

Não existe um único amor, engano, existe aquele que apaga todos os outros… Os lápis desenham, escrevem, embelezam e colorem, a borracha vem correndo atrás, e o papel enlouquece. Uma página, outra e a floresta grita. Sou eu. Anda! Vem me buscar. Tu me abraças depressa demais, a noite passa assustada com medo de dormir. E já estás indo…Saudade. Sinto o teu cheiro cheia de saudade, e faz frio aqui, mais, mais, mais. Elizabeth M.B. Mattos – julho de 2020 – Torres

COLEçÂO apenas lápis adorei

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s