agora, agora

Palavra / significação: dizer/colorir/sentir. Ficar, assim mesmo, dentro / entregue a esta agitação interior revirada. Acomodada nas paredes frágeis a ruir, ou a me proteger… O dito já está esparramado nas estantes. Que seja! “A última coisa que aprendemos sobre nós mesmos é o efeito que provocamos.” (p.15) O efeito descoberto, imóvel.

Sinto-me infinitamente triste ao pensar em todo esse tempo diluindo-se cada vez mais e mais longe de mim à medida que fico mais velha. Agora, agora é o tempo perfeito da minha vida… Às vezes tento me colocar no lugar de outra pessoa, e fico amedrontada quando vejo que estou quase conseguindo. Como é horrível ser qualquer pessoa que não eu mesma. Tenho um egoísmo terrível. Amo a minha carne, meu rosto. Meus membros com uma devoção arrebatadora.” (p.36) Anne Stevenson Amarga Fama uma biografia de SYLVIA PLATH

Acreditar em si mesma não é uma questão de acreditar numa versão ideal? Beth Mattos /dezembro de 2020

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s