encastelado

Ou tu nasces em confortável colchão de molas, logo cresce em cima de outros com novas tecnologias, e sentes o grão de ervilha… Quem sabe com molas acolchoadas ou sei lá quantas outras maravilhas tecnológicas…, e sonhas sonhos possíveis, consequentes, quase objetivos, acordas disposto. O terrível de viver nos cercadinhos dos palácios, muros altíssimos, se manifesta no amolecimento dos “miolos”/inteligências apertas. Das torres, visão panorâmica nada objetiva ou justa, sem mestres… Pobres encastelados! A vida e suas conquistas! Hoje brotaram novas folhas nas buganvílias do meu jardim. Elizabeth M.B. Mattos – julho de 2021 – Torres

Referência ao conto infantil A princesa e a ervilha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s