determinação esparrada, espicaçada, digna de brinde: afinal o amor coloca roupas. E os braços são abraços, as pernas elegância, a barriga (risos). O futuro prepara o tempo. A maquiagem não foi adequada, nem os cabelos, nem o vestido solto, muito menos os sapatos. Olhos nos olhos. Festa. Amanhã vou poder contar. A chuva veio, nos molhar. Secar cabelos. Esfregar toalhas, e abrir um vinho. Viver e gosto de acaso. O sentido do inesperado na música: violão e piano, ah! também os violinos entraram…tu sabes me fazer ser/ter/e conseguir! Elizabeth M.B. Mattos – abril de 2022 – Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s