esvaziado

Ah! Aquelas promessas que se acumulam na minha vontade, adormeço (verbo que uso muito) cheia de boas, belíssimas intenções, justo até depois do café, ainda no começo do dia, tudo é possível. Eu apresso urgências: levar a Ônix para dar uma volta, abrir as janelas, ventilar os miasmas da noite, sacudir os travesseiros e me alegrar com tanto sol! Ah! As danadas das boas intenções estão bem alegrinhas! E começo a me sentir forte, caminho, olho, e me admiro. Volto para casa certa que farei outro tanto! E as conversas / as notícias / os arreios começam! Eu vou ter mesmo que “me levar”? Aperta aqui, ali, ah! melhor ficar do jeito que está, sem tanto exercício, sem tanto fazer! Quatro frases! Sim, ao menos algumas frases e me sentirei melhor! E lá vou eu pra exercitar o fazer! Que eu consiga! Elizabeth M.B. Mattos – maio de 2022 – Nenhuma obrigação! Apenas desvios! Ótimo! Faz parte deste meu tempo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s