tolerância

entender o outro, deixar a generosidade transbordar sem exaltação, se aproximar, e estar pronto para receber

a grande / enorme cratera traz espanto, a visita que não se explicou deixou apenas a marca, o cigarro aceso no cinzeiro, a fumaça a modificar o ar

tua voz atravessou meu espírito e eu desanimo porque desanimas, desaprendo junto contigo, e todas as letras do alfabeto se misturam… são cores o que vejo? não tenho certeza

a vitória, a conquista do outro alimenta minha expectativa, talvez eu consiga chegar na tua ilha

queria ser doce, mansa e gentil, estou atropelando a lógica, o carinho

preciso entrar na jaula, e não ter acesso a chave

alguém precisa me salvar, alguém precisa querer e eu preciso compreender o socorro. Elizabeth M.B. Mattos – agosto de 2022

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s