Angústia azul

O motivo  da angústia, da tristeza súbita nem sempre é objetivo, transparente. Caminhos internos, pequenas decisões nos arremessam para um terreno pantanoso, dolorido. A chaga ferve. A experiência anterior de frustração, o pavor diante do erro se manifesta na paralisação. E queremos dormir. Aquietar o corpo, viajar na sonolência. Estamos no limiar…

Olhei para meu pai sentado na cadeira grande perto da lareira. As portas do alpendre escancaradas. Sob a mesa redonda, abertos os livros de consulta. Quieto, olhos semicerrados, pensativo. Não interrompo. Recuo. Subo as escadas para o quarto. Sentimentos de interdição. As decisões não me parecem objetivas, mas embaralhadas pelo pânico. Abro as duas janelas, e me jogo na cama vestida, eu também espero o tempo passar…

Duas amoreiras carregadas! As frutas estão verdes, algumas rosadas, outras vermelhas. Um matiz de primavera. Sinto frio. É o vento! Elizabeth M.B. Mattos – setembro de 2012

 

 

4 comentários sobre “Angústia azul

  1. que tu escreves bem, aliás, super bem, sempre soube…. espera um tempinho para eu ler tudo com calma. Vou mandar teu endereço “pela” aí.

  2. A angústia, a repetição dos erros é inerente ao ser humano… vivemos nos propondo a mudanças a novos caminhos. Às propostas internas onde nós queremos SER diferentes do que somos, fomos… só pode gerar angústia. Devíamos praticar a arte da aceitação e auto conhecimento.
    Nos paralisamos na mudança do ano, na expectativa de que com ele venha uma súbita mudança interna. Que o ano nos abençoe com novas bençãos…sonhos e realizações. Com feridas curadas.
    Tudo partindo do zero como se fôssemos folha em branco, vazias…Quisá!!!

    • cada vez me impressiono mais com a família!!!! certamente existe herança genética neste escrever tão bem! parabéns Beth pelos teus escritos (confissões!?) e, parabéns também, pelos da Ana e Luiza!!! me dá prazer ao lê-los!!!!

  3. Parabéns Beth….escrito maravilhoso…..todos nós carregamos alguma angústia dentro de nós.Mas é bem mais fácil usarmos uma máscara para as mais diversas ocasiões e fazermos de conta que vai tudo bem….Adorei as amoras no final., nítida sensação de algumas ja superamos(amadurecimento) outras não……

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s