Olha pra mim

Esperas são feridas remexidas. Não dói esperar.  Mas se olhar chega transparente, vago, ou se navega na superfície, … dói. Dizem que os olhos são janelas: é preciso debruçar-se nelas, e ficar um pouco ali olhando pelo olhar. Se ele foge, escapa, não toca, não chega, fica pendente, não chega, … dói este olhar fio solto, paradoxalmente preso na ponta errada … Esperas são feridas remexidas … Bom é amora madura! Azul. Elizabeth M.B. Mattos – outubro de 2012 – Porto Alegre

3 comentários sobre “Olha pra mim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s