MANGÁ

A correspondência que não caminha pelo correio, nem por letras japonesas, nem desenhos, nem cotidiano,  nem cartões, ainda pode ser a descoberta, o caminho para o amado… A cor, o traço, o pincel no mangá… Ainda assim, e quase sempre a mesma história….a minha, a nossa.

“Eu não te contei nada até agora… Mas vou casar na primavera do ano que vem. Por isso, eu só vou poder escrever cartas a você, deste jeito, até o dia da cerimônia. Eu sei que estou sendo egoísta, mas você pode me comprender, não pode? Eu sou uma pessoa afortunada por ter conseguido trocar correspondências com você durante mais de 10 anos, desde que me formei no ginásio. Independente do conteúdo da carta, receber e ler suas cartas me trouxe muita felicidade.

Você sempre torceu por mim…”

(p.122) Bakuman

002 (5)

001 (7)

 

MANGÁ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s