E…

A vida do outro exige decisões. E nós dependemos do  prolongamento do  olhar, da vontade, da janela aberta, da voz que importa.

Sequencia, interrupções, e alguns passos, todos os passos… Afinal somos responsáveis pelo que provocamos.  Decisões, hesitações,  covardia ou ousadia.

As palavras. O anel, o círculo.

E o Rio de Janeiro palpita, estremece. São Paulo responde. Porto Alegre tem  frio e chuva. Torres espera.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s