Aparência venal

A beleza atrapalha, a beleza ofusca, a beleza limita. A beleza apaga inteligência, e se espreguiça na vaidade boba do efêmero! Se não é a beleza em si esta pedra que eu vejo, é bem o efeito dela nos outros. Se não é a beleza em si, é o peso do olhar. É o outro medindo o contorno do belo. Aparência limite. Efeito venal que separa… E na desavisada beleza fica aquele ar arrogante de vitória. Elizabeth M.B.Mattos – julho de 2013

Um comentário sobre “Aparência venal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s