Diferentes

Sou eu a carregá-lo, o mundo. A pequena Ilha dos Lobos,  as torres da Guarita.  Areia redesenha o vento. Imagino, volto. O mundo, somos nós. Dentro de cada um se esconde o mundo. Nós o imaginamos, contornamos, afundamos, elegemos…. Não existe mundo sem o meu olhar… Como será o mundo com o teu olhar? O mundo temos dentro de cada um, diferentes. Quero o teu mundo, fronteira aberta: nossos mundos. Beth Mattos – outubro de 2014 – Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s