Na preguiça da desordem

A conversa, a janta, a conversa, uma risada. E o sono. Ontem dormi de manhã um pouco mais.  E dormi de tarde também. Caminhadas curtas. Esticar o corpo. Mas, dormir faz a diferença. Descobri uma técnica de esvaziamento para pegar no sono mais depressa. Ligo a televisão sussurrante.  Deito de costas para a tela. Escuto o palavrório que se repete nos programas. Uma revelação aqui, uma prisão ali, nada se altera. Entrevistas, reportagens sobre cidades, conversa de estúdio. Paralisação. O fio afiado fincado na violência. Meteorologia. O calor matando. O frio, o choro, a repetição, a confissão, o esforço. O teatro. O palco. O homem afundado na ganância do poder. Esbanja o graúdo. Anestesiado. Tanto dinheiro, tanta facilidade! Outro, preocupado: conta do açougue. Frutas e legumes caríssimos! Apreensão. Ensino e escola de piada. Violência. Cheque especial, dívidas, inadimplência. Susto. Mais violência. Impunidade. E durmo. O mau caráter, a confusão. A marionete, o bruxo. Acordo, e  as notícias se repetem. Não penso. Apago a televisão. Durmo outra vez.

“Um cansaço das coisas, do tempo que está por vir. Depois, arejo, retomo o sentido e deixo de fazer planos. Olhar para trás é petrificante, como dizem os mitos: ao voltar do Hades não se pode olhar para trás com pena do sofrimento (dos outros ou nosso, não importa). É preciso ver e seguir adiante.” A.C.G.

Releio. Sinto o entendimento, e tua voz põe em ordem a confusão interior.  Pontuações significam. Converge o sentido. Entendo o poder desta memória que nos assalta.

Acredito na conversa escrita. Agradeço mentalmente o encontro. Pode- se pular limites. Confirmar acertos, Refazer lembranças. Não aquela de olhar para trás apenas por olhar… Olhar curioso pra refazer, chorar, ou retornar. Não exatamente este, mas o apaziguador. Seguir adiante. Uma carta, uma palavra, e os sentimentos se acomodam. Este cansaço que invade acachapante desaparece. Segue-se em frente. Leve. Volta energia, volta alegria. “É preciso ver e seguir adiante.” Como escreveste.

20150124_12021120150117_133432

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s