A dor que não se explica

Podia ser diferente, mas não foi diferente. Foi assim mesmo de encher os olhos de lágrimas. Como que a dor que espeta e se enfia no coração devagar e sangra. Não se sabe mais se queremos ou não queremos estar ali… Estamos estupefatos diante dela.  Não se sabe se vamos, ou ficamos. Apenas ficamos. Uma dor aguda então, ou a dor da tristeza, ou da mágoa, do aperto. Não. Não sabemos como é a dor. Talvez seja apenas aquela que se desfaz em lágrimas, muitas lágrimas, um lago de lágrimas. A dor que não se explica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s