Hoje não posso

Leitura solitária. Difícil. Divertimento, passatempo, vício, depois a longa e frutífera conversa… Leio e pondero. Julgo, aceito, nego. O livro briga … E não existe solidão…

Pequenas mágoas doem bastante. Apertam. Empurramos pra esquecer, mas  se amontoam na gaveta, desarrumadas … Esquisito sentimento.

Enquanto você se mostra e faz o mimo,  recuo desconfiada. Consciência ajuda a perdoar.  Amanhã estendo os braços, abro a porta. Hoje não posso.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s