Um equívoco

maravilhas do Claudiodo Claudio

Claudio Bohrer  fotografou. Sul do Chile, Ilha de Chiloe. E vou vendo o mundo …

Talvez o/um equívoco possa ser o final do jogo. Interrompi o processo parei de pensar. A lembrança está/parece esvaziar, murchar. Por que estamos vivos? O que é estar vivo?  Cozinhar lavar passar a roupa. Encerar abrir as janelas fechar as janelas. Guardar as roupas. Sacudir os lençóis. Arrumar as gavetas. Varrer. Fazer o café comer as torradas e beber o café. Olhar para a chuva. Olhar para o sol. Ler o jornal. Abrir o livro, rabiscar. Sentir tristeza. Regar as flores. Escutar a amiga, beijar o filho, o neto. Sorrir. Prender o cabelo, e olhar a foto. Escrever. Que coisa bem estranha, e sou eu …  Eu me escondo encolhida neste envelhecer sem graça. É preciso cuidar, arrumar, perfumar, e principalmente, beijar, abraçar e seguir …  Como é bom te abraçar! É precisa amar quando envelhecemos, … tristeza súbita.  Casas destelhadas, arruinadas, desolação. Vou sentir frio, vou encolher mais depressa. Desejo ardido. Vontade ensandecida de amar o amor outra vez. Beijar acarinhar veranear festejar. Restrição. Complacência. A coragem sangra …  Desinteresse plantado na indiferença que murmura. A fraqueza está acampada dentro de mim. Tudo desproporcional. E o vento, o vento que venta leva tanto vento de encontro as janelas, as frestas e os vidros sacodem   …  No tabuleiro soluções. A rainha e o rei atordoados, os peões gritam. As torres parecem firmes. Os cavalos correm ….  Os cavalos galopam. Eu parei. Por favor, estende tua mão. E eu vou me reconhecer outra vez no teu olhar. O inverossímil …. Alguém que somos, mas não podemos ver, nem entender. És aquele que és sem eu saber quem és. E eu sou sem me imaginares possível.  Vou investigando, arrancando raízes, adubando, aplacando ansiedade. Tens razão quando me desejas um bom dia!  Ter um boa noite, ter um esteio, ter um amado, ou ter um amigo. Estou esquecida …  Vou fazer as malas. Vou para mais perto, ou mais longe desta Elizabeth. Vou brincar de ser a outra. O jogo de ser achado e ser perdido …  Estar e não estar. É quando não se espera mais nada para si mesmo que se pode amar. Beth Mattos, Torres.

Beth hoje

7 comentários sobre “Um equívoco

  1. … no teu tabuleiro, os bispos foram esquecidos. Atingidos de pelo salto do cavalo, eles caem, deixando de atormentar rei e rainha. Bom final pára quem anda nas diagonais! Bjs

  2. Querida Beth, a vida é tudo isto que colocaste, mas temos que lutar por cores, caminhos que nos possam acrescentar momentos de prazer e alegria .
    Bons momentos são importantíssimos para nosso equilíbrio emocional.
    Como acha-los??
    Criatividade e autoconhecimento para refletir aonde encontramos mais o bem estar e o bem viver.
    Por isto o presente é tão importante, gaste tua sabedoria nesta busca.
    Não vou deixar de dizer que temos de nos conceder a permissão de uma vida interessante e colorida!
    Teu texto está bem bom !
    Bj

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s