Estás sempre presente

” A importância de perdoar reside no fato de que o perdão beneficia mais a quem perdoa do que aquele que é perdoado. [ … ] 

Além disto, quando nos tornamos capazes de perdoar os outros, ficamos em condições de perdoar a nós mesmos, tarefa das mais difíceis. Perdoar a si mesmo é sinal de que somos capazes de aceitar as nossas fraquezas, os nossos defeitos e as nossas fragilidades. Somente quando aprendemos a arte de nos perdoarmos sem abdicarmos da visão critica de nossos erros  —  ou seja perdoar sem ter que absolver, aceitando e reconhecendo que erramos  — é que termos amadurecido o suficiente para evitar que a lembrança de nossas falhas e fracassos deixe uma sombra de tristeza, que pode se transformar nas trevas da depressão, em nossas vidas. “(p.71-72) A Felicidade é Aqui: lições de antiga sabedoria/ Luiz Albert Py. – Rio de Janeiro: Rocco, 2003.

LIVRO PYDEDICATÓRIA PY

2 comentários sobre “Estás sempre presente

  1. Muito bom este texto, objetivo e simples …
    Embora perdoar seja uma tarefa que exige muita sabedoria , requer autocrítica e inteligência emocional.
    Mas no meu modesto pensamento é um bom caminho, quando conseguimos realizá-lo, pois nem sempre é possível perdoar aos outros e a nos mesmos.

  2. Tua presença estimula. Tu me acompanhas, eu te acompanho. E logo repasso a palavra, o sentimento. Assim vou mobiliar o imaginário, e não estou sozinha nesta sala. Teu olhar, tua palavra, tua voz estão aqui. Obrigada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s