te reconheço

Junto com a exposição o medo: o imperfeito. O dia se estende manso e inútil.. Cada foto, cada rabisco de lembrança, uma nuvem. Manso e arrastado este amor de todos os amores. Acolher ou reconhecer / dizer já pode ser estremecer, mas um estremecer lento a inquietar. Depois de negar, reagir a entrega silenciosa do cansaço. Amar, às vezes, tem efeito de completitude, mas se parece com esvaziamento, ou cansaço. Exaustão mansa e lenta. Inútil.

Ver fotos reler cartas esperar parece ser o compasso certo deste enamoramento tardio. Agora que te reconheço não me ouves. E sei que estás aí do outro lado. Eu te espero. Elizabeth M.B. Mattos – Torres 2017

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s