muito perto bem perto

A presença física do outro o estar perto/ junto, bem perto importa. Aí reside a sensação de liberdade. Sim. Na entrega física e necessária, a liberdade.  É a vida a pulsar.  É preciso tocar, sentir a pele do outro, o cheiro. passar a mão… E lá está o carinho. O carinho que o corpo humano deseja.

Apenas divago e sinto, apenas sou eu… No meio da noite Nelson Freire toca The Nocturnes de Chopin. A música! Falta o toque e o aconchego da mão no corpo.

Faço carinho na Ônix, sinto o pelo macio. Ela dorme, se volta: patas para cima, jeito feliz de cachorro. Confiante. O toque faz a diferença.

A presença física do outro o estar perto/ junto importa. É preciso tocar. Passar a mão e sentir… E lá está o carinho.  Elizabeth M.B. Mattos  – Torres, julho de 2017

AS BALEIAS estavam PERTO

Em agosto as baleias chegam… Pode – se fotografar!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s