do amor o motivo

Ele era/é o maior na poesia no escrito no tudo. Ele sempre será sendo ou estando não estando … tudo é perfeito. Depoimento de Mário Quintana: “Eu só tenho dois poetas prediletos no Rio Grande. Paulo Hecker Filho e… eu.”

Nós nos amamos tanto! Nos amamos com desespero.Precisavas de mim para não te perderes, precisava eu de ti para ser necessário. Há mil modos no amor de não amar, mas nós nos amamos. Com amor e com desespero.

Agora, separados, já não tens de entender e defender – te, não tenho de tentar outra vez dar -te a vida. Desfaz -se a alegria, sempre perto da dr, desfaz -se a dor, o amor, o desespero, sobra pouco. A lembrança do amor e do desespero, ainda desespero e amor, mas pouco. O pior, às vezes.”

O pior, às vezes – PAULO HECKER FILHO –  OS ADEUSES Editora Tchê, 1990

cropped-cropped-2016-05-04-14-32-15.jpg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s