O QUARTETO de Alexandria

Alcancei um agora e uma força que me prende e me transforma. … Não estou sendo racional, perco referências … estou confusa. O sentimentos se mistura e cobre o que falta a ser entendido, … entrei num território perigoso, arenoso. Elizabeth M.B. Mattos  –  outubro de 2017 – Torres

sofá ótima

Percebi então algo que não deveria constituir nenhuma surpresa: nossa amizade alcançara o ponto em que, de certo modo, nos tornáramos parcialmente donos um do outro.” Lawrence Durrell – Justine(p.47)

Este livro, O Quarteto de Alexandria, tão estranhamente perturbador, bem feito, intimista revelador de sentimentos indescritíveis remexe com as lembranças. Não consigo descrever/ nem contar um dia do meus dias! O tempo está passando e a memória um fatiamento de emoções … os fatos as ações elas mesmas parecem todas tão igual!

“- Ela não pode ser julgada de forma abrangente até que o pensamento em si possa ser julgado, pois nossos pensamentos também são ações. É a tentativa de estabelecer juízos parciais sobre ambos que nos conduzem à  dúvida.” (p.40) Lawrence Durrell

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s