doeu muito muito

preciso registrar, – a leitura doeu. Kazuo Ishiguro colocou na minha mão dor, dor sólida. Sufoco.  Sentimento rasgado e ardido. Desesperança inteira. A vida, … bem, artificial real a minha a tua não passa do abraço.

talvez eu possa chorar lágrima e desespero. Sentir mais, desesperar mais, ou te amar melhor. Não sei. Este livro … este esse livro, a ficção chegou  … preciso caminhar e respirar, respirar.

o texto se agita dentro do meu corpo. Elizabeth M.B. Mattos – novembro de 2017 – Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s