tirar a roupa peça por peça

Talvez não seja possível, talvez seja apenas isso: tirar a roupa devagar, distraída. Como se entre uma peça e outra houvesse, … não apenas um braço uma perna um peito. Como será colocar meias, calçar sapatos, neste caso  salto alto, e andar … caminhar  para que me vejas. Depois vou tirar a roupa, devagar, depressa?  De costas? …, afinal, esqueci como seria/ou é … Estou divagando! Loucura de quem mora sozinha e faz tudo apressado …, só um exemplo. É impossível, compreendo, penetrar na solidão de outra pessoa. Se é verdade que sempre podemos vir a conhecer outro ser humano, ainda que em um grau pequeno, isso só acontece na medida em que o outro quiser ser conhecido. Elizabeth M.B. Mattos – fevereiro de 2018 – Torres

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s