pseudônimo codinome

Uma específica publicação, um nome, ou ausência deste nome: confronto nebuloso de identidade. Estamos / estou escondida em tanto pequeno detalhe ausência e vitrine. Somos / sou movimento. Identidade (a verdadeira) quebra opções de um retrato / foto, da narrativa. Mas, nem mesmo um retrato é a imagem real. O agora / momento, ou passado se dilui na velocidade do dia, e no silêncio. Ficção e realidade, uma mistura: personagem fantasma convicção brincadeira séria. Elizabeth M.B. Mattos – março 2018 , no meio de velhos recortes, novas ideias e pressa.

“Se todos os manuscritos tivessem sido publicados […] a ideia trouxe à tona certos pensamentos bizarros e intrigantes: o que significa um autor colocar seu nome em um livro: por que  alguns escritores preferem esconder -se atrás de um pseudônimo: será que um escritor, enfim, possui uma vida real? Perturbou -me a ideia de que escrever sob  um outro nome pudesse ser algo de que eu gostasse – inventar uma identidade secreta para mim mesmo – e me perguntei por que achava essa ideia tão atraente.” (p.257) Paul Auster – Quarto Fechado dA Trilogia de Nova York – tradução Rubens Figueiredo, 1999 São Paulo

jornal.jpg

TAVARES e o amorIBERÊ CAMARGO NOTÍCIA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s