presos

Ainda presos um no outro. A forma física determina o ritmo da respiração, e também do desejo. Apaziguada …, como explicar? Alegria. Guarda esta alegria. Não quero que te sintas triste porque não estarmos lado a lado. Em nenhum momento deixei de estar contigo. Se não fisicamente, estou no sonho. No beijo. A vontade vai nos dar o presente: fomos/somos/ estamos afundados na mesma nostalgia.  Beth Mattos – junho de 2018 – Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s