“Não tenha medo da vida”

” Hoje, tantos anos mais tarde, quando me lembro das palavras que me vieram à mente com a ajuda de Deus, ainda sorrio, mas vejo nelas alguma verdade: ‘ Talvez eu esteja com medo da vida, doutor.’ E esta seria minha última visita ao psicanalista, que não pôde fazer mais do que se despedir de mim com as palavras: ‘ Não tenha medo da vida, Kemal Bey“. (p.195) Orphan Pamuk Museu da Inocência

Obsessão amorosa e embate entre tradição e modernidade. Não importa a idade do apaixonar, enamorar porque sempre está impregnada do que há de melhor na vida. Beth Mattos – julho frio e molhado e cinzento de 2018

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s