cheiro de terra

Cansada e a cabeça se agita inquieta: vou tentar dormir. Bom que a chuva veio forte cheia de trovões e vozes e … este jeito de cair  tão audível fica visível e me acalma, ou  conta estórias. Como criança sei que não posso sair nem fazer. Estou segura atrás do vidro. A chuva derrubou o calor. Que venham as pitangas, porque as amoreiras estão carregadas e coloridas naquela transição do verde vermelho e pretas : e os galhos se sacodem ao gosto das pessoas. Uma festa movimentada, e agora a chuva. Tudo mais verde. Elizabeth M.B.Mattos – setembro de 2018 – o cheiro da terra molhada já  perfuma o apartamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s