anotações …, a ser desenvolvido

Perfume e indiferença …, aquela prepotência cega do desamor. Fico com alfazemas. As pedras do cascalho queimam meus pés. Amorosos fantasmas.

Vou leve ao encontro do amor mesmo no desencanto do desencontro. É o caminho … Algumas pessoas foram  nossas no abraço.

Minha casa está aberta? Não. Minha casa não está aberta.

Dor na perna esquerda, nos ossos, no joelho. Se não houvesse corpo, não haveria dor.

Impressiona a força afetiva da memória…, ou é apenas espanto? Não sei nada do amor. Amor de amor que espalha / caminha /  atravessa. Importância inesperada. Como é possível relação derrubar concentração? …, sair do eixo perder o prumo …, esvaziar cabeça, vontade, e fazer doer o corpo, … desorganizar. Criar barreira. E a hora escorrer. Há qualquer coisa de trágico! Não sei contar a história, nem desfazer o nó. Cansaço nesta/desta expectativa. Elizabeth M.B. Mattos – retomando – setembro de 2018 – tentando publicar para depois ordenar e seguir. Aos pedaços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s