não raciocinar

A gente aprende a escrever, a cantar, a falar bem, a emocionar -se, nunca a pensar. E as palavras nos conduzem, e elas deturpam até mesmo os sentimentos. […] Tenho observado que as pessoas, quando falam ou escrevem, abandonam imediatamente qualquer pensamento para tirar deduções artificiais. Utilizam – se das palavras como de uma máquina de calcular de onde deve sair a verdade. É uma tolice. É preciso aprender não a raciocinar, mas a não raciocinar. Não há necessidade de uma sucessão de palavras para compreender alguma coisa; caso contrário, elas falseiam tudo; nós confiamos nelas.” (p.105) Antoine de Saint-Exupéry Carta a sua Mãe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s