vitela em vinha d’alhos

[…] comidas deliciosas saem do coração. Fazer amor, fazer comida, fazer saudade, cozinhar, e se fartar. Chuva e passeio com respingo. Guisado, milho verde e arroz. Alface e tomate. Azeite e manteiga. Alegria certa no perfume das panelas. Um tinto. Cebola e alho.

Por que sou feliz? Pão estalando, fresco. E fome na medida! (sorrindo), pois é, gosto do pequeno gosto. Modesto, e bom perfume, e a danada da fome! Na medida desta manhã. Eu te recomendei, lembras?, uma panela pequena e também a caçarola, outra de ferro. A qualidade do prazer. Estou no meio das tuas panelas. Elizabeth M.B. Mattos – março de 2019 – Torres

Por mais que ela cozinhasse cabeça de vitela em vinha-d’alhos, buchos de porco com cogumelos, coelho apimentado em vinho tinto, por mais que o animasse, por mais elevados que fossem os ideais que propunha à ele e à humanidade, […]”(p.45) Günter Grass, O Linguado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s