as conversas

Conversar em voz baixa e respeitar o silêncio. Ouvir a quietude agitada do mundo: um exercício diário. Escuto felicidade, tristeza e lágrima. Meus passos ao teu encontro…  Estendo as mãos cheias de esperança. Na madrugada a ordem acalma esta desordem laboriosa do dia. Elizabeth M. B. Mattos – 31 de março de 2019


abajour que eu gostava

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s