de te pensar

Porque acordo e sinto dor no corpo,

porque acordo, e não tenho corpo.

Porque acordo, e sei que dormes.

Enfim, afinal, o que posso mudar?

Reconheço o balanço do tempo

 

Já tanto envelheço, – estupefação,

e agora / hoje desperto a te esperar.

Vem! Chega perto, e toca meu corpo, – eu respiro.

Deita ao meu lado,

e respira respira…  Eu respiro.

A juventude volta, fechamos, nós dois, os olhos

e já amanhã… Somos nós dois, lado a lado. Elizabeth M.B. Mattos – junho de 2019 – Torres

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s