teu sorriso explica

Aprendo, tens razão

terror do homem deve ser apenas ser homem. O mundo / a natureza  conversa, ninguém escuta…

Vejo teu sorriso! Envolvida / embrulhada neste apressado fazer sem fazer, desejo de presença na imaginação do outro…

Somos o que não somos – fingimos ser ou não sentimos. Se eu fosse eu, se tu fosses tu e se ele fosse apenas ele, estaríamos na ciranda da boa política / do bom fazer.

Uma ideia / Elizabeth M.B. Mattos – agosto de 2019 – Torres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s