não te esqueci

Eu te provoco e eu te penso nas beiradas do lembrar: livre ou solto, eu te penso, ora! E tu respondes “eu também não te esqueci“: circular, atrapalhada, seduzida, interrompo a conversa e o desejo. A brincadeira das estátuas, lembras? Correr e imobilizar, estátua!  Escolher a improvável! As calçadas. Confiança absoluta. As mãos se tocam num repente. Elizabeth M.B. Mattos – agosto de 2019 – TorresEUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s