acender

A declaração dele certamente fez seu coração se acender.” J.M. Coetzee – Verão – (p. 107)

Interrompo a leitura: tanto em tão pouco tempo! E não tenho nada.

Ele tocou no meu braço, e eu estremeci. Transes da luz, das letras, deste sol que a primavera entregou… No entanto, ainda sinto frio. Não consigo segurar o sentimento, nem a perda, nem teu sorriso. As flores estão / são /  pedaços de memória! Imaginação. Elizabeth M.B. Mattos – setembro de 2019

Amor significa abrir o coração para o ser amado, diz John.” (p.109)

Escrevo enquanto leio, leio escrevendo, escrevo enterrada na terra do teu pântano. E o inacabado me espera. Às vezes, agarro outro sentimento, e vou cantarolando pela casa enquanto limpo/ordeno e desarrumo outra vez. Depois, interrompo a leitura, depois vou  ao cinema. Caminho. Ou me debruço no parapeito da janela. Claro! As caminhadas me levam ao teu portão… Sigo a te pensar adormecido em mim. Está escuro por aqui. E o sol ardendo no dia! Está escuro neste pensamento. Devagar, eu volto devagar para dentro do teu sonho. Não deverias ter me contado se era apenas imaginação! Beth Mattos

cadeira e flor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s