nominando dezembro

“Estava escuro e a única luz que os iluminava era o minguante da Lua e os pontos pestanejantes das estrelas cosidas ao manto negro do firmamento.”

Esquisito tempo que nos deixou tão longe! Pontas escabeladas e laboriosas e tristes. Talvez o verão tenha chegado. Sim, em nominando dezembro uso talvez. Faz ventanias, faz esquisitices e frio por aqui e um dia quente e abafado depois, e volta o frio destemperado. Um clima que eu empresto a idade avançada, estupefata dos meus setenta e tantos anos. Algumas urgências foram engavetadas e se espreguiçam escondidas, mas se mexem de um jeito aflito que me inquieta… Então, vou me perdendo de mim mesma… Acho que pode ser idade, pode ser desapego, desanimo, pode ser tanta coisa! E também a falta que eu sinto de te esperar, não espero. Não sei explicar. Estou atada ao desanimoNão presa ou amarrada neste ou naquele lugar, sem geografia. Distraída com o entorno a se movimentar pelas frestas das janelas. Listo, mentalmente, as cartas que vou escrever, os passos que darei, e coloco ânimo e festa nos projetos, mas as folhar voam, desaparecem no amanhecer. Amarro o desânimo esquisito que me abafa. E esqueço que não posso, não devo, não vou. Objetivo claro. Obscuro e nebuloso e depois emaranhado. Rezar rezar rezar rezar seria bom. A calma/tranquilidade da igreja. Solenidade e recolhimento e silêncio. Estou azeda, azeda, e aborrecida, mas espero o dia azul / o céu das estrelas.  Cuidarei das rosas… Sinto saudade das saudades miúdas, das mãos dadas, do encontro. Que 2020 devolva uma assiduidade de voz e carinho. Elizabeth M.B. Mattos – dezembro de 2019 – Torres

“A simples presença do outro, porém, pareceu deixá – los a ambos em paz, pois depressa fecharam os olhos e resvalaram com doçura para o sono.”  José Rodrigues dos Santos  A Amante do Governador – Gradiva Publicações, S.A.

Tem coisas/jeitos/ situações que o amor aponta quente e a ternura que invade aquece a casa, o corpo e eu me sinto tão absolutamente feliz! Saudade da Beth apaixonada, da mulher sorridente e dos encantamentos que o outro pode fazer acontecer… E de poder dizer/escrever junto com o sentir.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s